Aprenda a ser Humilde

Virtude, força, caráter: Estes são o primeiro degrau para um rumo certo. Quem trata a vida com arrogância e manipula o orgulho sem medidas, arrasta a vaidade e o egoísmo para o fundo de um buraco negro, aonde a luz é impenetrável e a benção se torna impossível.

Aprender a ser humilde é viver sem fronteiras, sem preconceitos, mas sempre com respeito, com consideração ao valor do outro.
Isto é, respeito ao ser humano com restrições na saúde física, saúde mental, saúde emocional, saúde espiritual.

Respeito aos animais, que indefesos nada fizeram para prejudicar, apenas pedem para viver. Respeito às florestas e todas as flores que emanam perfumes que pedem para viver.

Respeito aos oceanos que, senhores do planeta, tem seus recursos abundantes, pedem para manter a vida aquática.

Respeito ao ar que mantém a vida, e deve ser preservado, pois todo o magnetismo que rege o planeta Terra reage àquele que com o dedo impõe sua conduta, com a língua manifesta sua grandeza, com a mão desfaz o que é certo, com os pés risca caminhos e provoca amargura, decepção e desrespeito.


Aprenda a ser humilde descendo de um degrau alto para receber qualquer ser vivo com respeito, amor e dignidade.

Em contrapartida, seja humilde para receber de um Grande, a luz, a sabedoria, a ciência da vida, o valor que ninguém pode desacreditar.

Sem humildade somos corpo sem vida, alma sem propósito, mente perturbada, razão sem resultado, somos e seremos luzes apagadas.

Abra seu coração, amplie sua mente, expanda sua consciência, libere sua energia com o primeiro passo no rumo certo na vida: humildade.


Você tem o costume de se colocar no lugar do outro?

Quando nos colocamos no lugar de alguém para tentar entender seu ponto de vista, fica mais fácil compreender e aceitar as diferenças. E mais, nasce aí um sentimento dos mais nobres: a compaixão.

Quando você compreende o outro passa a querer ajudar ao invés de julgar ou ter pena.

Pensar nisso é fundamental para nos transformar e transformar o mundo.

É esse pensamento que vai fazer com que a gente passe da lamentação para a ação.

Ficar triste ao ver uma criança doente no hospital ou pessoas morando na rua é normal. O que não pode é ficar só nisso. Quando imaginamos como nos sentiríamos nessa situação, tudo muda.

A gente passa a ter vontade de mudar aquilo. E é aí que percebemos como temos o poder de transformar, com pequenas atitudes, a vida do outro e o mundo.

Pode ser uma carona num dia de chuva, um trabalho voluntário, um prato de comida ou simplesmente uma porta aberta.

Existem muitas maneiras de exercer a compaixão e ajudar o outro.


Crises e Problemas

Todas as situações que vivemos têm no mínimo dois lados.
Um positivo e outro negativo. O que faz a diferença é a maneira como lidamos com essas situações.

Todo momento de crise, seja financeira, familiar ou pessoal é uma oportunidade, uma ocasião favorável para o aprendizado.

Crises representam momentos especiais para renovação, para se desfazer do velho que não funciona mais.
E para que surja o novo.
Podemos olhar a situação como vítimas das circunstâncias, com um olhar pessimista…
Ou entender que podemos agir e tirar o melhor proveito da situação.

A crise é a oportunidade que temos para refletir, repensar agir e reposicionar.

A questão não é a crise e sim o que fazemos com ela.
Que aprendizado podemos tirar desses momentos.

Ficar sentado, reclamando da vida, não vai mudar nada mesmo!
É preciso ter coragem de sacudir a poeira do conforto, encarar o pânico e começar a agir!


Página 1 de 46123...102030...Última »